[Infográfico] O crescimento das redes sociais

Este infográfico divulgado pelo Search Engine Journal  ajuda a analisar melhor  o crescimento das mídias sociais nos últimos cinco anos. Duas curvas vertiginosas me chamaram atenção:  Users timelineque demonstra a quantidade de usuários que utilizam as redes sociais; e Social Media Visitor Growth: Evolution, muito interessante observar como o Facebook cresce espantosamente enquanto oMyspace perde a liderança do mercado.

Veja o infográfico completo. (Clique para ampliar)

social-media-black-637x5603

 

31 ebooks de marketing, comunicação, multimídia e redes sociais para download

Livro-Tablet-Celular

O site Criative DG  reuniu 31 livros digitais para download que abordam as temáticas de Design, Comunicação e Marketing. No compilado é possível encontrar publicações sobre linguagem da web, marketing, multimídia e redes sociais. Alguns dos quais já tive o prazer de ler como o: Para entender a internet e, Design e ergonomia.

Ficou interessado? Dá uma conferida nas obras disponíveis para download:

01. Como escrever para a web (Guillermo Franco)

02. Web 2.0: erros e acertos (Paulo Siqueira)

03. Para entender a internet (org. Juliano Spyer)

04. Redes sociais na internet (Raquel Recuero)

05. Informação e persuasão na web (org. Paulo Serra e João Canavilhas)

06. O marketing depois de amanhã (Ricardo Cavallini)

07. Branding: um manual para você gerenciar e criar marcas (José R. Martins)

08. Grandes Marcas Grandes Negócios (José R. Martins)

09. Blogs.com: estudos sobre blogs (org. Raquel Recuero, Adriana Amaral e Sandra Montardo)

10. Semiótica: a lógica da comunicação (Antônio Fidalgo)

11. Informação e comunicação online II: internet e com. promocional (org. Joaquim Serra)

12. Desenvolvimento de uma fonte tipográfica para jornais(Fernando Caro)

13. Comunicação multimídia (org. Maria Jospe Baldessar)

14. Design e ergonomia (Luis Carlos Paschoarelli)

15. Design e planejamento (Marizilda do Santos Menezes)

16. Guia prático de marketing na internet para pequenas empresas(Cláudio Torres)

17. Branding 1001: o guia básico para a gestão de marcas de produtos (Ricardo e Fernando Jucá)

18. Marca corporativa: um universo em expansão (Levi Carneiro)

19. Marketing 1 to 1 (Peppers&RogersGroup)

20. As redes sociais na era da comunicação interativa (Giovanna Figueiredo)

21. Open source: evolução e tendências (Cezar Taurion)

22. Análise de discurso crítica da publicidade (Viviane Ramalho)

23. Ensaios de comunicação estratégica (Eduardo Camilo)

24. Comunicação e marketing digitais (orgs. Marcello Chamusca e Márcia Carvalhal)

25. Publicidade e consumo nas sociedades contemporâneas(Samuel Mateus)

26. Criação, proteção e uso legal de informação em ambientes da www (diversos autores)

27. Design Thinking  (Maurício Vianna, Yasmar, Isabel K. Adler, Brenda Lucena e Beatriz Russo)

28. Design Livre (Instituto Faber-Ludens)

29. Design, empresa, sociedade (Paula Landim)

30. Marketing de guerra (Al Ries e Jack Trout)

31. Os 8 Ps do marketing digital – capítulo 1 (Conrado Adolpho)

Tem mais indicações de ebooks, manda para nós: bibliotecariovirtual@icloud.com

Nota

Estratégias de marketing 2.0 para bibliotecas, arquivos e centros de documentação

O uso das redes deve ser adotado cada vez mais pelos profissionais que lidam com a informação, independentemente de uma política maior da instituição mantenedora

Debato com meus colegas sobre o fato de que não é imprescindível um aval para que as bibliotecas, arquivos e centros de documentação utilizem as redes sociais, é obrigacão nossa disseminar a informação em diversos meios, fidelizar nossos usuários, zelar pela boa imagem do centro de documentação e/ou informação.

Devemos usar sim as redes para promover ações, incentivar o compartilhamento e criação de novos conhecimentos.

Coca-Cola Zero: uma missão à la James Bond

Quem compra um refrigerante na vending machine, é desafiado a correr até determinado lugar para ganhar ingressos para o novo “007 – Operação Skyfall”. Além de apenas 70 segundos, o caminho dentro da estação de trem é cercado por obstáculos.

Mais um viral da marca, e um case com participação de vending machine. A utilização dessas máquinas em ações publicitárias sempre aconteceu, mas limitadas na origem mecânica dos equipamentos. Agora com cada vez mais recursos, telas sensíveis ao toque, integração às redes sociais, QR Codes etc. essas maquinas se tornaram muito mais smarts.

Ative seu Bluetooth

by Abordo da Comunicação

A comunicação está cada vez mais dirigida e horizontalizou o diálogo com o mercado consumidor. O público é considerado fator principal de uma campanha, transformando-o em um transmissor da mensagem, cenário criado principalmente pelas mídias sociais e comunicação digital.

Não é novidade que a Web possibilita o crescimento inovador das estratégias de marketing e comunicação. O acesso aos canais digitais e sociais é facilitado à medida que o mercado consumidor torna-se cada vez mais adepto à rede. Não só à rede, mas também ao mobile marketing, com uma comunicação mais dirigida e horizontalizada, como o Bluetooth Marketing, uma das mais recentes estratégias de comunicação com o cliente.

A tecnologia funciona da seguinte maneira: um emissor instalado em um estabelecimento transmite conteúdo de áudio, vídeo, foto ou texto para os celulares dos usuários que ativarem o bluetooth em seus aparelhos. Uma das vantagens é que todo o conteúdo é enviado gratuitamente, sem a necessidade de uma operadora de telefonia móvel.

Em matéria publicada na Revista VendaMais (setembro/2010), Rodrigo Rosa, diretor de marketing da 2call, franquia especializada em marketing móvel, comenta que a tecnologia é utilizada como um veículo de comunicação em que empresas escolhem os locais cobertos pelas bluetooth zones, frequentados por seus respectivos públicos-alvo para enviar campanhas relacionadas aos seus produtos ou serviços. Organizações de todos os setores têm apostado nesse modelo de campanha por ser relativamente barato, eficaz e,principalmente, direcionado.

Uma campanha curiosa da Motorola no show da Fergie, em São Paulo, foi bastante efetiva. A campanha foi de lançamento de um aparelho celular assinado pela artista. O conteúdo enviado era um papel de parede da cantora com o selinho da Motorola. E o que mais chamou a atenção foi que a maioria das entregas foi feita para aparelhos da concorrência. É a comunicação compartilhando conteúdo sem fronteiras.

Além de ter um efeito viral – pois o cliente que recebe a mensagem pode transmitir a um amigo –, é uma comunicação rápida e interativa, permitindo ao comunicador e ao cliente manter uma relação ainda mais horizontal.

Ainda há suas limitações em função da capacidade geográfica; entretanto, em pouco tempo, a comunicação estará ainda mais digital e dinâmica.

Eu já ativei o meu. E você?